Mensagem de Final de Ano com Roberto Freire

Fonte: PPS Nacional

Published in: on dezembro 23, 2011 at 7:08 pm  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

17º Congresso Nacional do PPS

Clique AQUI e acompanhe, ao vivo, o 17º Congresso Nacional do PPS

Published in: on dezembro 10, 2011 at 9:07 am  Deixe um comentário  
Tags: ,

Dirigentes do PPS prestigiam Expocapril em Bequimão

O presidente do PPS Bequimão, Elanderson Pereira, e o secretário-geral do partido, Robson Paz, prestigiaram a IV Expocapril, no Sítio do Zeca Cross, no Bairro Estiva. A exposição organizada pela Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Bequimão reuniu animais do município e de Central do Maranhão.

Veja abaixo fotos da Expocapril:

Exposição de caprinos e ovinos em Bequimão

Vereadores Fredson, um dos expositores, Doutor (E) e o também expositor Goberto (C)

Elanderson acompanha a exposição de caprinos em Bequimão

Expocapril comercializa ovinos e caprinos do município

Published in: on novembro 16, 2011 at 1:33 pm  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

Congresso Municipal elege nova direção do PPS de Bequimão

Elanderson quer fortalecer PPS Bequimão

Em concorrido Congresso Municipal, o PPS de Bequimão elegeu na manhã do último domingo, 23, o administrador Elanderson Pereira, para presidente do Diretório Municipal do partido. O professor Josinaldo Viégas e o jornalista Robson Paz foram eleitos vice-presidente e 1º secretário, respectivamente. Veja abaixo composição do DiretórioMunicipal.

O Congresso Municipal do PPS foi um dos mais prestigiados eventos políticos realizados este ano no município. Filiados, convidados e lideranças políticas lotaram o pátio da Unidade Integrada Jacioca.

Filiados participaram ativamente do Congresso

Entre os políticos presentes estavam o deputado estadual Neto Evangelista (PSDB), o prefeito Antônio Diniz (PDT), o vice-prefeito César Cantanhede (PTC), o ex-prefeito Bernal (PCdoB), os vereadores Fredson e Doutor, do PDT e o dirigente do PT, Magal, além de pré-candidatos a vereador e militantes de vários partidos. Todos destacaram a importância do PPS no cenário político de Bequimão e elogiaram o evento.

Da esq. para dir. César Cantanhede, Robson Paz, dep. Neto Evangelista, Doutor e Antônio Diniz

Eleito presidente, Elanderson afirmou que vai trabalhar para o crescimento do partido e convocou a população a participar mais da política. “A chapa que apresentamos para dirigir o PPS nos próximos dois anos foi denominada ‘Participe e Mude’. Essa será a principal bandeira que defenderemos porque para melhorarmos a política e nosso município é necessário que haja a participação ativa da população”, disse.

Ao longo desta semana, o blog do PPS vai registrar os principais momentos do Congresso Municipal.

DIRETÓRIO MUNICIPAL
Elanderson Pereira
Josinaldo Viégas
Robson Paz
Ivã Pereira
Mourizalbert Ferreira
Inocêncio Belo
Terezinha Araújo
Hailton César
Edson Coelho

Published in: on outubro 25, 2011 at 7:44 am  Deixe um comentário  
Tags: , , , , ,

Para ser oposição

Fonte: Jornal Pequeno

Basta esquecer um pouco os interesses pessoais e partidários e fixar-se nos interesses do povo. Basta não aceitar o vilipêndio dos negócios públicos. Basta gostar do Maranhão e fuzilar a ditadura tecnocrata que se arrasta por quase meio século.

Para ser oposição, basta ter respeito pelo sofrimento dos quilombolas e sem-terra e coragem para estar ao lado deles contra os pistoleiros que os procuram e os grileiros que os desterram. Só precisa tomar ciência da corrupção e vigiar aqueles gestores que costumam misturar o patrimônio público com o patrimônio privado, na frase inesquecível do ex-governador Jackson Lago.

Para ser oposição, basta ouvir os gritos das massas e não turvar a mente com uísques palacianos e procurar saber o que é feito com os recursos milionários transferidos em empréstimos por bancos de fomento ao Estado do Maranhão. Basta não temer a Justiça e ser capaz de criticá-la, assim como aos demais poderes.

Para ser oposição, basta não admitir, sob qualquer hipótese, o alinhamento de forças democráticas a um governo que paralisa o Estado, sacrifica funcionários públicos, desrespeita reivindicações…

Para ser oposição, só é preciso ter um coração, levantar os olhos e ver que estamos mergulhando no mais violento caos administrativo. Para ser oposição, basta amar o povo que mantém de pé um Poder Legislativo que os tiranos nem fazem questão da existência. Basta não mudar de lado e continuar a dizer este ano as mesmas coisas que foram ditas no ano passado.

Published in: on setembro 2, 2011 at 6:41 pm  Deixe um comentário  

PPS maranhense se organiza para se fortalecer

Fonte: Blog do Kenard

Sábado, 13, o PPS do Maranhão realizou na cidade de Timon o seu quinto encontro regional para discutir a organização partidária, as eleições de 2012 e o congresso estadual. O partido dividiu politicamente o Estado em 18 microrregiões.

Em Timon o partido trabalha para lançar candidatura própria, em conformidade com a decisão da direção nacional que aconselha o lançamento de candidato próprio em cidades com mais de 100 mil habitantes.

PPS procura se fortalecer nos municipios

O PPS sempre esteve, no Maranhão, do lado do chamado campo popular e democrático. Em Timon esteve com o PDT e hoje tem aliança com o PMDB. Mas, como dizem os representantes do partido naquele município, “aliança não quer dizer cabresto”. O que não destoa da verdade. Em 2010, o PDT de Jackson Lago, antigo aliado do partido, tinha como certa a renovação da aliança. Enganou-se, o PPS aliou-se com o PCdoB de Flávio Dino. A decisão da eleição provou que o partido estava certo: Dino não foi ao segundo turno por meros 2.800 votos (isso com o uso da máquina e todo tipo de ilícito do PMDB de Roseana Sarney).

Os dirigentes do partido em Timon estão convictos de que é chegada a hora de fortalecer o partido e partir para a candidatura própria.

– O PPS tem expressão em Timon, mas quer deixar de ser mero aliado, quer ser ator principal e não mero coadjuvante, diz o delegado do partido e membro da direção nacional Dorival Mendes.

Dorival tenta esconder o jogo, mas o blog conseguiu saber que o partido pretende lançar em Timon o nome do empresário Antenor formado em engenharia e em administração e proprietário da panificadora Pão e Leite. Empresário com empresas em São Luis e em Timon.

Ananias, ex-vereador e empresário, hoje no PPS, acrescenta:

– O partido está procurando se fortalecer, procurando ter o espaço que há muito merece. Daqui até as convenções, o PPS de Timon preocupa-se consigo, em fortalecer-se. As conversas e coligações são consequências desse trabalho.

No encontro de sábado estavam presentes comitivas de vários municípios ligados às microrregiões definidas pelo PPS. Estavam também o presidente regional do partido Paulo Matos, a ex-candidata a vice-governadora em 2010 Miosótis Lúcio, o presidente regional do PPS no Piauí e o deputado piauiense Antônio Félix.

Published in: on agosto 17, 2011 at 9:49 am  Deixe um comentário  

Onde Está a “Nova Classe Média”?*

José Lemos

Há um bombardeio midiático tentando fazer-nos crer, que uma “nova classe média” surgiu no Brasil a partir de 2003. Afirmam que trinta (30) milhões de brasileiros deixaram de ser pobres e passaram a fazer parte dessa “nova classe média”. Sendo um curioso da área, tentei confirmar essas informações. A investigação se apóia na hipótese de que esses “novos felizardos” devem ter emergido dos estratos de menor renda. A tentativa é de contabilizar esse novo grupo social ávido de consumo.

Buscamos fazer a comparação entre o último ano do Governo que se encerrou em 2002 com aquele que começou em 2003 e terminou em 2010. Os dados brutos que utilizamos são da PNAD de 2002  e  2009,  tendo em vistas que este é o ultimo ano para o  qual o IBGE disponibiliza  informações atualmente.

Tomemos a população que sobrevivia em domicílios cuja renda varia de zero a dois (2) salários mínimos. Este contingente tem renda média domiciliar de aproximadamente 1,2 salários mínimos. Como cada domicílio abriga quatro pessoas, em média, segue-s que a renda per capita domiciliar é de 1/3 do salário mínimo. Em 2002 a população estimada para o Brasil era de 173,4 milhões.  Para aquele ano o contingente sobrevivendo em domicílios sob aquelas condições de renda representava 32,5%, o que somava 55,5 milhões de brasileiros.

Em 2003, assumiu o novo governo que teve como herança, plantada  no Governo Itamar Franco e consolidada nos dois Governos de FHC, a estabilidade monetária. Estabilidade que se assentava em fundamentos macroeconômicos que, se seguidos dariam condições para o novo governo  deslanchar.

Não foi isso o que se observou. Entre 2003 e 2010 o PIB brasileiro apresentou crescimento pífio, se comparado às economias do mesmo porte do Brasil. A escolaridade media dos brasileiros ficou abaixo de oito (8) anos, e a taxa de analfabetos estabilizou em elevados 10%. Alem disso, houve retrocesso no acesso a esgoto, e avanço apenas modesto no aceso à água encanada. Mas o que aconteceu com aqueles brasileiros de renda domiciliar situada entre zero e dois salários mínimos? Teriam ascendido à nova classe média como alega o governo e até elegeu sucessora na esteira dessa informação? Vejamos o que aconteceu de fato.

Em 2003 este segmento já havia ascendido para 33,3% da população do Brasil. Atingiu 36,1% em 2009.  Portanto, em termos relativos, houve um acréscimo de 3,6% da população que sobrevivia com renda domiciliar de até dois salários mínimos. Como a população cresceu entre 2002 e 2009, o montante de pessoas sobrevivendo sob aquelas condições de renda baixíssima também cresceu. De fato, o IBGE estimava para 2009 um contingente de 191,8 milhões de pessoas vivendo no Brasil. Assim, a população sobrevivendo naquela baixa faixa de renda somava 69,2 milhões. Isto significa que, entre 2002 e 2009, um total de 16,5 milhões de brasileiros foi incorporado ao grupo da população que sobrevive em domicílios cuja renda varia de zero a dois salários mínimos. Em vez de ascensão, o que de fato se viu foi a migração de brasileiros que estavam nos estratos superiores de renda para aqueles mais baixos.

A pergunta que não pode ficar sem resposta é: Como explicar a explosão de consumo que aconteceu neste período, sobretudo entre esse segmento de menor renda?

Para responder a esta instigante questão, buscamos informações no Banco Central (BC).  Segundo o (BC), o crédito consignado com desconto em folha, entre os meses de janeiro e novembro de 2009, correspondeu a 80% do crescimento total do empréstimo pessoal.  Uma “Nota de Política Monetária”, divulgada pelo Banco Central em dezembro de 2010, assegura que o volume total de crédito consignado alcançou R$ 137,42  bilhões. Um avanço de 27,4% relativamente a dezembro de 2009.

Depreende-se que a explosão de consumo observada nesse segmento populacional, não ocorreu devido a uma mudança de status socioeconômico, como quer fazer crer a propaganda oficial. Mas devido ao endividamento, em larga escala, dos trabalhadores que tem vinculo empregatício, dos aposentados e pensionistas. Na verdade os grandes beneficiados com esse programa de crédito consignado foram os banqueiros, tendo em vistas que são empréstimos com riscos e taxa de inadimplência nulos para eles. Paradoxalmente, os grandes vilões do discurso do passado dos atuais detentores do poder são aqueles que mais se beneficiam da sua política.  Não é por acaso que há brigas intensas entre banqueiros para participarem desse banquete. São eles também os grandes defensores do atual sistema e financiadores das “palestras” que o ex-presidente faz a peso de ouro.

E a “Nova Classe Media”? Bom, se ter renda domiciliar de até dois salários mínimos caracterizar esses brasileiros, a propaganda oficial está corretíssima, pois as políticas do governo instalado em 2003 conseguiram a proeza de incorporar nesse estrato de renda, até 2009, mais 16,5 milhões de brasileiros, comparativamente ao que se observava em 2002. Falta apenas dizer na campanha publicitária que são brasileiros “felizes”, mas endividados como nunca antes na historia desse (sic) país. Nenhum governo é perfeito, mesmo quando tenta vender fantasias.

—————

*Artigo publicado em 13/08/2011 no O Imparcial de São Luis.

Published in: on agosto 16, 2011 at 8:53 am  Deixe um comentário  

PPS vai a PGR contra ministro do Turismo por crime de prevaricação

Fonte: Portal do PPS

Por: Diógenes Botelho

Rubens Bueno: O ministro, no mínimo, prevaricou.

O PPS vai ingressar com representação na Procuradoria Geral da República (PGR) contra o ministro do Turismo, Pedro Novais, por crime se prevaricação. Na ação, o partido irá argumentar que ele tinha informações sobre um esquema de corrupção na pasta e não tomou nenhuma providência para estancar o desvio de dinheiro público.

“O ministro, no mínimo, prevaricou. Ao ser informado sobre as irregularidades sequer pediu a abertura de processo administrativo. Vamos acionar a PGR para apurar a sua conduta”, adianta o líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), que vai protocolar o pedido na próxima semana.

Reportagens divulgadas pela imprensa neste sábado apontam para a ligação de Pedro Novais com a quadrilha do turismo. O jornal Correio Braziliense (leia) mostra que ele ficou sabendo das irregularidades nos contratros da pasta 47 dias antes de operação da PF. Na época, o ministério alegou que procedimentos tinham amparo legal.

Já a revista Época traz reportagem (leia) em que afirma que Pedro Novais atuou para beneficiar uma empreiteira que recebeu, em contrato investigado pelo MPF, recursos do Ministério do Turismo. A pasta chegou, inclusive, a pressionar a prefeitura de Goiânia para aceitar o esquema que envolvia uma empreiteira de um amigo do secretário-executivo do Turismo, Frederico Costa, preso na última semana pela Policia Federal.

“Acho difícil o ministro manter a alegação de que não sabia de nada”, resumiu o líder do PPS, um dos autores do pedido da audiência pública com Pedro Novais, na próxima quarta-feira, na Câmara dos Deputados.

Crime de Prevaricação

O crime de prevaricação está previsto no artigo 319 do Código Penal: Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal:

Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Published in: on agosto 15, 2011 at 2:02 am  Deixe um comentário  

Romário

Fonte: Folha de S. Paulo

CARLOS HEITOR CONY

RIO DE JANEIRO – É cedo para avaliar a atuação da safra de novos deputados federais eleitos para a atual legislatura. Não sou entendido no setor nem tenho conhecimentos amplos sobre os trabalhos ali realizados. Contudo gostaria de destacar a atuação de Romário, do PSB carioca.

Conhecia-o de sobra nos campos de futebol, mas julgava-o no mesmo patamar de outros esportistas e artistas que, em certo trecho das respectivas carreiras, decidem tentar a política, seduzidos pelos partidos interessados em aumentar seus coeficientes eleitorais.

Tirante ideias específicas sobre esporte ou pela popularidade de seus ofícios, nada trazem de novo para o debate social.
Romário despontou com um programa novo para este tipo de político mais ou menos improvisado. Nascido em favela, conhecendo a vida dentro e fora dos campos, guardou dentro de si algumas ideias lúcidas que já começaram a se impregnar em sua personalidade ainda rude, mas inteligente e, tal como em suas atuações nos estádios, oportunista no bom sentido. Sua luta pela inclusão social de grande parte da população, no que diz respeito principalmente aos deficientes, está fazendo dele uma liderança respeitada pelos entendidos no assunto.

Com a força de sua popularidade, está atraindo a discussão nacional para um tema que sempre foi tratado de maneira utópica, para encher linguiça nas campanhas eleitorais. No seu terreno preferencial, o esporte, já alertou o governo com severidade sobre o atraso nas obras para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016.

Pouco a pouco, vem se destacando entre os novos e já falam em seu nome para a prefeitura carioca, não mais como o herói de tantas jornadas, mas como ex-favelado que, sem a argúcia e a experiência política de Lula, tem o bom-senso dos simples e a simplicidade dos fortes.

Published in: on agosto 9, 2011 at 1:14 pm  Deixe um comentário  

PPS prepara encontro regional e dia de filiação

Fonte: Blog do Jorge Vieira

O PPS vem intensificando ações de preparação da militância para as eleições municipais realizando congressos regionais para debater reforma política, organização partidária e sucessão 2012.

Pelo cronograma de reuniões organizado pela cúpula dirigente, toda a estrutura partidária se instalará na próxima semana no município de Timon para realizar, dia 13 próximo, mais um encontro regional do PPS.

A exemplo do que foi debatido na regional de São Luís mês passado, os militantes terão palestras sobre a conjuntura estadual e receberam um monte de informações sobre a reforma política que está em debate no Congresso Nacional. Haverá ainda uma palestra sobre rádios comunitárias.

As atenções no partido estão voltadas também para o “Grande Dia de Filiação” que será realizado dia 02 de setembro, quando serão apresentados os novos militantes, alguns fortes candidatos à Câmara Municipal.

O partido deseja ampliar sua representação na Câmara Municipal e para isso vem recebendo adesões de suplentes de vereadores que vão disputar mandato pela legenda, a exemplo do empresário Manoel Lima.

Ontem, durante reunião do diretório municipal, o suplente Batista Matos, agradeceu a oportunidade que o PPS está lhe dando de reassumir o mandato de vereador e externou sua convicção quanto ao crescimento do partido em 2012.

Batista retornou ao plenário da Câmara em decorrência de um pedido de licença do presidente municipal do PPS, vereador Vieira Lima, que se afastou para tratar de um problema de saúde.

Published in: on agosto 6, 2011 at 10:12 am  Deixe um comentário